domingo, 20 de junho de 2010

Prazer



Os homens e as mulheres são muitíssimo diferentes em muitos aspectos. Na forma como se vestem, como se comportam, os gestos, as palavras, enfim, uma imensidão de coisas. Ora se as diferenças podem ser apontadas de forma quase instantânea, quando o assunto é sexo, as ditas saltam à vista e a conversa estende-se.

O assunto sexo já não é o tabu que era há uns anos atrás. Programas televisivos, as próprias telenovelas, as conversas sobre sexo mantida entre pais e filhos desde tenra idade, contribuem para que o assunto seja tratado de forma bastante mais aberta.

Para um homem o prazer sexual está bastante definido. Com algumas variações, o sexo, seja como acto de amor, ou na base de one night stand é sempre sexo. E sexo é bom. Sendo isto o mais importante, o sexo associado ao compromisso pode nem sempre andar de mãos dadas.

Para uma mulher, o caso pode já ser diferente. Se uma mulher procura uma aventura, atira-se a ela com unhas e dentes e ninguém a demove. No entanto, a prática, o prazer constante e os encontros sucessivos, fazem-na entregar-se ao parceiro. A diferença entre o sexo e o prazer sexual reside exactamente aqui. A entrega, e é esta entrega que mais dá prazer a uma mulher.

Apesar de (julgo eu) já ser do conhecimento comum que, para as mulheres, os preliminares são o inicio de um orgasmo, verdade é que a entrega do parceiro é o que origina o maior prazer na mulher.

Quais posições sexuais, carícias ou afins, se não existir entrega?

As mulheres, apesar de poderem começar uma relação com a ideia de que não passará de uma aventura, não resistem a uma verdadeira entrega. Ao beijo apaixonante, ao abraço, ao sentir que lhe cheiram o cabelo e o passar da mão pelo rosto em sinal de sentimento. As mulheres querem a segurança dos braços de um homem e esse é o verdadeiro prazer de uma mulher.

Mesmo que uma mulher seja um poço de independência, a entrega de quem está ao seu lado é o que lhe dará o prazer que fará os olhos brilharem e os lábios sorrirem. Se é homem, deixa-se um conselho. Não invente! Entregue-se e vai ver o prazer que dá.

11 comentários:

Dani disse...

Verdade. :P

Bitor disse...

dá uma boa conversa para dizer a uma gaja e depois saltar lhe pra dentro das cuecas

Valmont disse...

no sexo a diferença entre o homem e a mulher é que a mulher demora 3 dias e o homem apenas 30 minutos.

Pestinha disse...

Nem mais...

Sara sem Sobrenome disse...

Olha oh Fernando, não podia estar mais de acordo. No entanto, nem sempre gostamos dessas mariquices de cheirar o cabelo e beijinho aqui beijinho ali. Às vezes, só precisamos de foder. Foder e ponto.

Sara sem Sobrenome disse...

Pestinha, por que raio é que deixaste de nos seguir? O que é que te fizemos?

Anne disse...

Eu concordo com a Sara, mas acho que essa situação é rara, ou pelo menos, não é tão comum quanto isso.

Bitor disse...

ai nao é....

Sara sem Sobrenome disse...

oh bitor, é?
es expert nestas situações?

Bitor disse...

mundialmente reconhecido

Sara sem Sobrenome disse...

Ena pá...
Bem me parecia que te conhecia de algum lado.