quarta-feira, 6 de julho de 2011

Verdades sobre piropos!!!

Depois deste post
e do meu comentário que ninguém leu decidi arranjar mais piropos(doutro blog..) e alguma duvida é só perguntar...

“A tua mãe só pode ser uma ostra para cuspir uma pérola como tu.”

“Só queria que fosses uma pastilha elástica para te comer o dia todo.”

“És como um helicóptero… Gira, gira, gira, e boa!”

“O teu pai deve ser Terrorista…. És cá uma bomba!”

“Diz-me como te chamas para te pedir ao Pai Natal.”

“Um dia pensei levar-te no meu coração. Mas depois topei. Que era muita areia para o meu camião…” “Acreditas em amor à primeira vista ou tenho que passar por aqui mais uma vez?”

“Quem me dera ser um barco pirata para ir descobrir o teu tesouro!” “Posso não ser bonito como o Brad Pitt, nem ter os músculos do Scwarzenegger, mas a lamber sou como a Lassie…”

“Se é verdade que somos o que comemos, eu amanhã podia ser tu!!! “

“”Come to me”, que eu como-te a ti… “

“Com uns lábios desses, quem é que queria os 3 pratos!”

“”Ei, és cá um avião, espeta-te aqui contra a minha torre de controlo!”

“Tu aí cheia de curvas e eu aqui sem travões.”

“Oh filha, tens uns lábios que faziam feliz qualquer chupa-chupa!”

“Abençoados pais que fizeram uma filha assim”


a minha favorita.....
O teu cu parece uma serra eléctrica. Não há pau que lhe resista.

7 comentários:

CurlyGirl disse...

LOOOL! Muito bom!

Miss B disse...

Lool eu li o comentário, mas só á pouco. belas pérolas tu sacaste. sim senhor.

claire raksana mahorgol disse...

Fraco....

Fafe de ... disse...

Não conhecia o da Serra eléctrica, agora sim já tenho um bom piropo para mandar por aí :D

Bitor disse...

ya o da serra elétrica é qualquer coisa...

Sentimento disse...

Olha lá este:
Chamas a mulher fazendo o habitual gesto com o dedo que aponta para chamar alguém, e mal ela chegue à tua beira, dizes assim "Consegui fazer-te vir só com um dedo, imagina o que conseguiria fazer com o resto do corpo ;)"
eheheh*

Miss B disse...

Gostei do piropo anterior, a do dedo...já tinha ouvido. resulta sempre.