segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Teorias á Miss B

Olá. Sou a Miss B.
Oh pah e até acho que sou uma pessoa inteligente. Sério que sim!! Por isso não sei o que é estúpido nisto que vos vou contar.
vou eu descansadinha na rua e de repente alguém pergunta:
- Tens horas?
Oh pah, eu sempre aprendi a responder ás perguntas que me fazem e a mais nada. Aliás, eu sou adepta da frase "nunca dizer mais do que aquilo que querem saber"! Pondo isto, óbvio que respondi:
- Tenho.
E segui o meu caminho.
Oh pah se me perguntam se tenho horas eu respondo "sim" ou "não". Certo? O que há de estúpido nisto?
Agora se a pergunta fosse:
- Que horas são?
Aí teria dito:
- 9h45m

(mais uma teoria de merda minha)

12 comentários:

Masquediabo disse...

Também tenho um amigo que me está constantemente a fazer isso.

Otário disse...

isso é mesmo no-sense.

Miss B disse...

Masquediabo: oh pah afinal nao sou a unica. ainda bem.
Otário: no sense pk? oh pah sao duas perguntas diferentes

cereja disse...

'Oh pah', Miss B, não querendo ser rude... mas viste a quantidade de vezes que dizeste 'Oh pah'? Como já disse, acho que à Luna, o blogue ganhava pelos temas abordados, esquisitices, sexo, cenas sem nexo mas interessantes pela escrita, que era inteligente e cativava. Agora eu chego aqui e parece que o texto foi escrito às 3 pancadas quando nem houve a necessidade de corrigir a pontuação (à).

Anónimo disse...

oh cereja tás lá... começo a achar que as pessoas deste blog têm todas um bocado a mania...afinal que te custava dizer as horas se perecebeste qu era essa a intenção de quem te questionou... ou nao percebeste??? Bem se se não percebeste já viste já tens tema para o teu próximo texto....

Fiel seguidora do blog..

Com o meu comentário espero nao ferir susceptibilidades...

Luna disse...

ANÓNIMAA! :) eu sou a que tem mais mania de nós todos. por exemplo.

fiel autora do blog..

Masquediabo disse...

Olha Miss B, gostei muito do teu post.
E não quero saber se usas o teu corrector ortográfico, ou deixas de usar, que eu não sou professor de português.
Por mim vale muito mais um texto como aquele que escreves-te, com pah, do que muita merda bem escrita mas que não tem jeito nenhum.
Nisto, estou sempre contigo.
Porque gosto dos teus conteúdos,
e não do embrulho.
Em relação à história, tenho amigo que me está constantemente a fazer isso.
Da ultima vez:
Olha, vou descarnar este cabo. Disse eu.
- Descarnar? Não, isso não tem carne.
Desculpa? Perguntei.
- Não "descarnar um cabo", quanto muito desnudar.
Desnudar??? Respondi.
- Ou tirar o revestimento....


E pronto, passamos horas nisto.
A discutir:
Subir a subida - descer a subida, fazer a rotunda - contornar a rotunda, tomar um duche - apanhar um comprimido, não vi ninguém - vi ninguém...

A discutir a lógica da gramática... é absurdo, mas "agente divertesse".

Inês disse...

Ai a merda....não gostam da forma como se escreve,têm bom remédio...quem está mal muda-se!!!

Miss B disse...

Masquediabo e Inesita, obrigado pelo optimismo e pela defesa já agora. lol nem me conhecem vah...mas gosto do facto de gostarem (neste caso o masquediabo) do que escrevo. Mesmo tendo sido feito ás 3 pancadas. Ando com a minha cabeça que nem sei...lol Obrigado meus amores....

Inês disse...

Só por me tratares por Inezita,já tás lá!!!

Masquediabo disse...

Miss B:
Sabes o que acho?

Acho que temos que ter gozo no escrevemos, e eu quando escrevo com gozo ou estou a escrever "aquilo" e não pode fugir, não faço revisão!

Quanto mais faço mais apago, até que apago o post por completo!

Eu tenho uma valentes gafes no meu!
Umas cheguei a corrigir depois de publicadas, outras não!
E eu acho que aqui, é mesmo isso! É ter gozo no que se escreve.
É sentir o que se escreve.
É descobrir-me a mim e à minha escrita, que são o que são, mas fazem sentido para mim.

Um blogue em conjunto é descobrir-nos numa experiência conjunta, é uma tortúlia, é para mim muito agradável.

Portanto para mim podes ver que uma gralha ou uma gafe ou pontuação, do meu ponto de vista é como se não existisse... estou muito contente por poder estar aqui também no meio deste grupo!

Rui Sousa disse...

a isso é que eu chamo resposta na ponta da lingua