terça-feira, 10 de agosto de 2010

Por norma sou daquelas pessoas boazinhas que irritam o ser humano comum...Não ligo,não dou importância,uso a tática do deixa andar que isso passa,tenho um ar de que não vê o que anda à minha volta e de que podem usar e abusar da minha boa-vontade.
O que se passa é que apesar de continuar assim com os anos foi-se aprimorando o meu cinismo que faz um belo par com o meu nariz arrebitado.
Ora eu gosto do meu cinismo,dá muito jeito em determinadas alturas e quando é usado é para completar no fim com uma bela chapada de luva branca e com um definitivo encerramento de assunto.E hoje foi o dia de encerrar um assunto de uma vez.
Onde eu trabalho somos 5 mulheres.Não é mau, damo-nos quase todas bem,e temos em comum uma certa animosidade para com uma das funcionárias.E não não é a animosidade de não vou com a cara dela,e a animosidade de andamos todos a dar no duro no trabalho enquanto aquela alminha deixa-se estar armada em importante e não ajuda em nada.À pala disto comecei a sentir uma nuvem negra em cima da minha cabeça o que é muito mau quando se trabalha num lugar em que se lida com pessoas.
Mas felizmente a minha nuvem negra transformou-se num belo raio de sol.E não,não sai do meu salto nem a mandei para lado nenhum (tenho um bom auto-controlo), e nem veio o meu lado de nazarena ao de cima....limitei-me a comentar que para a tal funcionária passar tantas horas na cozinha que esta deve estar impecavelmente limpa.Ainda estive para dizer que se calhar amanhã ainda ia lamber o chão porque achava que ela tinha sempre a cozinha desinfectada,mas controlei-me,e já não tenho a nuvem em cima de mim e vou voltar a fazer o meu trabalho muito mais disposta e com muito mais paciência que é bem necessária no mês de Agosto.

9 comentários:

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Encantado com o título do vosso blog... só não entendi o seguinte:

Vamos dar uma? ... o quê? penso que era legítimo, informar quem tem o previlégio de vos visitar. :)))

Inês disse...

Jota Ene:
se calhar pode-se dar uma no sentido literal da coisa,dar-se uma em seco...se calhar pode-se dar uma prenda...

Bitor disse...

fdx mais uma ???
toca a mandar fotos de nu
(requesito obrigatorio)
ou pelo menos de bikini!
sobre o texto li so um bocadinho e digo te k uma pistola resolve tudo!

Sara sem Sobrenome disse...

É por estas e por outras que eu odeio trabalhar com gajas. Deus me livre. Quando há muitas gajas juntas, vai dar merda, de certeza.
E já agora oh Inês, eu nunca dei uma sem ser literalmente. Tu já?

OH BITOR, não me lembro de me teres mandado uma foto tua nu. Como é?

Bitor disse...

eu ainda entrei antes dessa regra ser imposta

Sara sem Sobrenome disse...

Então, posso tirar-te e voltar a pôr. A regra já está imposta. E terás que mandar a foto.

Inês disse...

Sara:
Já as mandei literalmente,mas as fodas em seco pelo menos as minhas são quando uso a prática do cinismo.Alguns chamam-lhe chapadinhas de luva branca eu gosto de chamar fodas em seco...em fodi a pessoa e pronto!!
Mas nós o resto damo-nos bem...só temos o caralho da empregada nazi (foi emigrante na Alemanha),que quer ser um Hitler e transformar a cozinha e o resto no III Reich.

Inês disse...

Bitor:
pensei na pistola,mas gosto de coisas mais softs!!!
Quanto a fotos de nús integrais pões tu primeiro tá???
O máximo que podes ver em foto é o meu rabiosque...e a minha cara!!!!

Inês disse...

Preciso de gente do Norte que vá tirar umas dúvidas no meu outro blogue.
Sara e Micróbio:já lá foram mas podem voltar porque tenho lá uma coisa que voces do Norte podem definir!!!