sexta-feira, 6 de agosto de 2010

O estranho caso de mulheres induzidas a praticarem actos sexuais

Li no DN, o estranho caso de mulheres induzidas a praticarem actos sexuais em falsas "consultas" telefónicas.
Maior parte de vocês já devem ter lido, para quem ainda não ouviu falar de tal coisa, basicamente era assim: 
ao telefone com as vitimas, apresentam-se como médicas, anunciam que as suas análises apresentam valores anormais e pedem para as pessoas se apalparem, para se masturbarem (nalguns casos) e relatarem as sensações. 
Dizem ainda para se apresentarem  no Hospital, no dia seguinte, e é quando lá chegam que se apercebem finalmente que não existia consulta nenhuma e que tudo não passava de um esquema.


Custa-me a entender, porque não estou a ver essas pessoas à minha frente: as pessoas que caem numa patetice destas!...
É uma brincadeira de mau gosto, mas mesmo assim eu gostava de ver a cara delas quando descobrem...
E deu-me para pensar um pouco, mas isto reflecte o QI (coeficiente de ingenuidade) da maioria?
Se sim, estamos mal, caso contrário somos mesmo muito diferentes uns dos outros!

8 comentários:

Simplesmente disse...

è verdade... também li a noticia, e apenas me ri... isto não faz sentido...

L.O.L. disse...

coeficiente de ingenuidade é apanágio de 99% da população portuguesa. Apercebi-me disso há uns 20 anos atrás quando tocava guitarra no Metro. Passaram milhares de pessoas por mim e as conversas que me chegavam aos ouvidos (tenho ouvido de tísico) eram de bradar aos céus. Antes de começar a minha vida de músico de rua eu tinha uma ideia erradamente inocente da inteligência nacional. Depois de passar por aquela experiência de contacto com o povo em geral todas as minhas concepções mudaram. E assim vai Portugal. 1% de inteligentes contra 99% de burros. Tenho dito.

Cláudia Neves disse...

Oh my god...
ó L.o.L se assim for quem é o 1% de inteligentes?
Acho que algumas dessas pessoas se deixam enganar de prepósito,não me parece que o problema seja a inteligencia...

S* disse...

Ingenuidade a quanto obrigas...

masquediabo disse...

O que certas pessoas não fariam ao telefone... umas querem manipular outras querem ser manipuladas.

♀ Liadan disse...

E algumas até fizeram videochamada... Pleaaaaaase -.-

Sara sem Sobrenome disse...

Não, de facto, e graças a Deus, somos muito diferentes uns dos outros. Felizmente!
As pessoas normais, não "caem numa patetice destas," acredita em mim.

Inês disse...

Mas é que cai numa coisa dessas???
Freiras ou as desgraçadas que são virgens aos 50 anos???