quinta-feira, 29 de abril de 2010

Esta é a única visão do futuro que tenho

Desperto cedo, como sempre, ainda a tempo de ver a lua desaparecer do céu, dando lugar ao cabrão do sol. 
A primeira coisa que faço não é esticar um braço ou uma perna, como a maioria das pessoas faz, mas antes abrir os olhos. Abrir muito os olhos, mantendo o corpo quieto; observando tudo à minha volta.
Num canto do pequeno quarto sujo e desarrumado estão as pantufas em forma de cabeça de coelho que uma tia idiota qualquer me deu, num qualquer Natal igualmente idiota. No outro canto, um monte de livros velhos e maltratados que faço questão de devorar de cada vez que me sinto nostálgica.
Levanto-me e tropeço no filho da puta do tapete encardido que teimo em manter no chão "porque fica bem".
De seguida meto um cigarro à boca, acendo-o e faço um qualquer som que denote o prazer que sinto com isso. Fico por um bocado a observar o meu corpo despido e brinco com os dedos na minha barriga.
Dirijo-me então à cozinha e um arrepio percorre-me de alto a baixo; deixei a janela aberta outra vez. O frio faz com que fique com os bicos das mamas rijos e ao reparar nisso, ocorre-me um monte de pensamentos ordinários, sugestivos, deliciosos.
Esqueço isso; nesse dia tenho coisas importantes para fazer, não me posso perder em pensamentos.
Pego na frigideira para fazer as minhas habituais panquecas enquanto coço distraidamente o rabo. E é então, a meio do cigarro e a meio de devaneios matinais que penso: que se foda a entrevista de emprego; hoje quero foder.

Luna

15 comentários:

Hapi disse...

Está delicioso este post!

Luna disse...

Hapi:

Obrigada! :)

Cláudia Neves disse...

Bué interessante!

Luna disse...

Cláudia Neves:

Se tu dizes eu acredito, ora :b

Rikardo Ramos disse...

Muito bom mesmo, gostei de ler... Isto sim é um estilo de vida!
Espero que a foda tenha valido a pena! ;)
beijo

Luna disse...

Rikardo Ramos:

Como eu gosto de receber comentários teus pá! É que sabe mesmo bem ver que há alguém algures no Mundo que percebe do que falamos :)
A foda de que falo aqui ainda não existiu; mas as que já existiram valeram a pena, valeram xD

Um beijo*

Sara sem Sobrenome disse...

Foda-se ouve lá... coçar o rabo enquanto fazes panquecas? Por favor...
Bem... é esse o espírito. Acordar, mandar a vida para o caralho e dar uma valente foda!:) É um bom lema de vida!
Beijo

Rikardo Ramos disse...

Hó Luna, ainda bem que gostas de ler os meus comentarios, fico contente e estou a fazer aquele sorriso estupido a mostrar os dentes todos!
força... e para a proxima faz mais panquecas e convida o pessoal! ;)

asmodeux disse...

fumar enquanto se come é nojento
é como fumar quando se...
eu cá não sou desses

raisuna adimar disse...

é assi asmo
fumar enquanto se come é nojento
é como fumar quando se...
eu cá também nã sou desses

raisuna adimar disse...

für das erste, jetzt eröffnete Extra-delicioso é opinião....
enfim estás numa fase límbica

isso passa e se não passar

paciença

Luna disse...

Sara sem Sobrenome:

Estar com comichão e não coçar é um bocado fodido :|

Luna disse...

Rikardo Ramos:

Aaaah esses são os únicos sorrisos de que gosto, os outros metem-me um bocado de nojo x) Faço panquecas para toda a gente, eu 8D

Luna disse...

asmodeux:

eu gosto de fumar no fim de. De qualquer forma, não cheguei a acabar as panquecas.

Luna disse...

raisuna adimar:

Ninguém se deu ao trabalho de ler o título do post pois não? x)